Como boa japonesa, gosto de fotos (nem deu para perceber, não é? rs). Tanto de fotografar, como posar. Não sou nenhuma modelo e nunca tive a pretensão, mas gosto de ter o registro dos bons momentos que vivo e que não sei se acontecerão novamente. Engraçado que quandro criança, eu fugia das câmeras. Acho que era muito tímida!😉

Minhas câmeras sempre foram para uso doméstico, bem simples e fáceis de manusear. A primeira que ganhei foi do meu pai, uma Yashica Amarela.🙂 Quando surgiram as digitais, me esbaldei!😀 Podia tirar fotos de tudo, a qualquer hora, sem ficar preocupada com filmes, revelações, custos. Parecia o paraíso! hehe

No início, só fotografava acontecimentos como aniversários, festas etc. Precisava de um “motivo“. Agora não. Tudo é motivo, sempre é hora!🙂 Percebi que gosto de tirar fotos de flores e até comida. Ficam tão bonitas!

Em viagens então… Nada como uma boa foto para recordar a sensação de estar ali, do momento único em que foi tirada. É um pedacinho que trazemos na volta, está eternizado. Frequentemente me pego sorrindo ou até mesmo dando gargalhadas só de olhar algumas fotos antigas. É quase uma terapia!

Tem uma foto, em específico, que eu gostaria de tirar há um bom tempo e sempre acabo protelando… até hoje!😀 Vou falar da minha paixão por ímãs para explicar o porquê dessa foto.

Meus amigos próximos sabem que sou “louca por ímãs“! Não qualquer ímã de geladeira, mas aqueles de lugares turísticos, artesanais ou não. Não tem coisa que me agrade mais!😀

Tenho tantos que nem cabem mais na parte de cima da geladeira, então acabei deixando apenas os do Brasil nela. Montei um mural (meu xodó) no home office e organizei meus cartões postais e os outros ímãs. Estão tão arrumadinhos que ninguém tem coragem de esbarrar rs. Ainda bem!😛

Tive que encomendar um quadro de alumínio com a medida que precisava. Pena que a maior largura que consegui, não era exatamente a que gostaria. Mas já está de bom tamanho. É claro que já tirei diversas fotos dele, mas sempre de lado, para poder sair inteiro. E o que falta? Tirar a tão desejada foto que tenho adiado:  a panorâmica, claro!

Consegui um tempinho para pesquisar como posso fazer, já que a minha cãmera não possui esse recurso. Encontrei diversos sites que falam sobre a panorâmica, mas raros os que têm boas informações. Encontrei no site BoaDica tudo o que eu precisava! Agradecimentos ao José Dias.

Em poucos minutos, tirei as fotos e com o Photoshop, aqui está o resultado! Espero que gostem do meu mural! Um enorme abraço à todos meus amigos que contribuíram com um pedacinho desse mural!

Mural postais e ímãs

 Utilizei o Photoshop conforme as dicas do site mencionado acima, mas também há outras ferramentas que permitem a criação de fotos panorâmicas como o PTGUI e o Zoner Panorama Maker.